Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2“.

Conteúdo: Neste artigo vou explicar e demonstrar como habilitar o recurso do Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2.

Introdução

O Hyper-V Replica é um recurso bastante interessante para quem tem uma infraestrutura de servidores que as vezes não contém um storage.

Lembrando que o mesmo só pode ser configurado entre dois hosts físicos de Hyper-V.

Cenário de testes do artigo

Cenário Inicial.

Cenário sem a configuração do Hyper-V Replica.


Cenário Proposto.

Cenário com o Hyper-V Replica habilitado e configurado.

Requisitos do Hyper-V Replica

Active Directory

Porta 80 /443 liberadas entre os hosts (Para trafego da Replica).

Role do Hyper-V Instalada.

Procedimento

Necessitamos habilitar a opção “Enable this computer as a Replica Server” em ambos os servidores nos passos abaixo.

  1. Em “Hyper-V Server Setting“.
  2. Clique na opção “Replication Configuration“.
  3. Marque a opção “Enable this computer as a Replica Server“.
  4. Marque a opção “Use Kerberos (HTTP).
  5. Selecione a opção “Allow replication from any authenticated server”.
  6. Clique em “OK“.

Após ter feito isso no Host01, faça o mesmo procedimento no Host02.

Caso deseje fazer a Replica entre sites, ou fora da empresa você pode usar a opção para uso de Certificado.

Agora já podemos iniciar o processo para habilitar a Replica, clique com o botão direito, selecione a opção “Enable Replication“.

Iniciará um wizard de configuração do Hyper-V Replica, clique em “Next“.

Nesta opção ” Specify Replica Server” iremos definir qual será o nosso servidor Replica, clique em “Browse“.

  1. Insira o hostname do servidor que iremos configurar a replica
  2. Clique na opção “Check Name” para validação do Dominio.
  3. Clique em “Ok“.

Após isso, clique na opção “Next“.

Em “Specify Connection Parameters

  1. Iremos manter a autenticação “Use Kerberos autentication (HTTP)”.
  2. Selecionar a opção “Compress the data that is transmitted over the network” (Opção que ajuda na compressão do pacote enviado diminuindo a utilização da Rede).
  3. Clique em “Next“.

Em “Choose Replication VHDs“, ele mostra o caminho e nome do VHD.

Clique em “Next“.

Em “Configure Replication Frequency“, opção que mostra qual a frequencia em que a Replicação ocorrerá entre os servidores, vamos manter “15 Minutos“, clique em “Next”.

Em “Configure Additional Recovery Points

  1. Selecione a opção “Create Additional hourly Recovery Points“. (Prefiro manter está opção selecionada para ter mais de um ponto de restauração, devido manter um ponto de restauração para caso haja falha no processo posso restaurar um anterior). Opção consome mais disco.
  2. Opção “Coverage provided by additional recovery points (in hours)” mantenha quanto tempo que você quer para ele criar um novo ponto de restauração.
  3. Em “Volume Shadowp Copy Service (VSS) snapshot frequency (in hours)” vou manter o padrão de 4 horas. O por que de habilitar está opção devido ter que realizar a replica de servidores de banco de dados, Exchange e outras aplicações para não ocorrer problemas com parada do serviço.
  4. Clique em “Next“.

Em “Choose Initial Replication Method

  1. Selecione a opção “Send initial copy over the network” que a copia será feita via rede, podemos realizar a opção para uma midia externa com a opção “Send initial copy using external copy“.
  2. Em “Schedule Initial Replication” podemos seleciona a opção “Start replication immediately“.
  3. Clique em “Next“.

Em “Sumary” teremos todas as configurações executadas no Wizard, após clique em “Finish“.

Iniciou o processo de “Enabling Replication“.

No processo de execução de replicação dos servidores que nem temos, vide imagem abaixo.

  1. Status do processo da replicação.
  2. Podemos ver no processo 2 que latencia da placa de rede aumenta quando inicio a replicação.
  3. E no processo “3” que o consumo de envio da placa está em “398 Mbps”.

O bom deste recurso do Hyper-V Replica é que podemos manter uma alta disponibilidade sem ter um Storage.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos


Hyper-V – Habilitando Memoria Dinâmica no Hyper V Server 2012R2

hyper-v-logo

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Habilitando Memoria Dinâmica no Hyper V Server 2012R2   

Conteúdo: Neste video vou mostrar como habilitar a memoria dinamica no Hyper-V.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

 

Migração de Hyper-V

Bom pessoal hoje vou demonstrar como migrar um Servidor de Hyper-V de uma forma rápida e fácil.

Bom no cenário foi mantida os VHDX no mesmo local. Só foi feita a troca da máquina com a mesma Arquitetura de Processador.

Temos por padrão os arquivos XML e todas as informações na pasta C:ProgramDataMicrosoftWindowsHyper-V na qual essa é a pasta que mostra todos os dados de máquinas virtuais.

No caso abaixo vou mostrar migrar as máquinas do meu Servidor chamado Ultra.

Para meu servidor chamado “Hyper-V” que não tem nenhuma máquina virtual

 

Pontos Importantes

Aonde está a mágica? No meu servidor “Ultra” teremos que copiar a pasta chamada “C:ProgramDataMicrosoftWindowsHyper-V” para uma pasta local dentro do Servidor podendo ser no desktop pois esta pasta não tem direito de cópia para a rede.

E essa cópia tem que ser feita com o Serviço do Hyper-V em Status de “Parado” nos dois servidores.

Iniciar a transferência via rede para outro Servidor fora da pasta padrão sendo copiado no Desktop.

Após o termino da Transferência para o outro servidor abra o caminho “C:ProgramDataMicrosoftWindowsHyper-V” e copie tudo o que você transferiu do outro servidor. Após o termino abra o Hyper-V inicie o Serviço e verá todas as máquinas virtuais conforme na mensagem abaixo do Servidor de Hyper-V.

Dicas Importantes

Para quem trabalha com bastante Máquinas Virtuais é importante que seja realizado backup desta pasta nos Servidores de Hyper-V caso haja problema de perder seu servidor pode ter uma resolução mais rápida.

É bom sempre manter o mesmo caminho de rede ou letra do compartilhamento ou ISCSI Target dentro do Windows para não ter o mesmo problema.

O mesmo para as placas de rede.

Bom pessoal espero que tenham gostado, e até o próximo post.

Jefferson Castilho

Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCT
Blog: http://jeffersoncastilho.wordpress.com

 

 

 

Instalando o ADFS no Windows Server 2012 R2

Bom pessoal hoje vou demonstrar como instalar o ADFS no Windows Server 2012 R2. O ADFS consistem em serviço do Windows muito importante que uma das suas categorias é a Federação e o Single sign-on.

O ADFS (Active Directory Federation Services) é muito utilizados em ambientes do Office 365 que utilizam a federação para uma forma de autenticação uma maior Segurança de seu Ambiente.

“Pré Requisitos”

Para realizar a instalação são necessários um Servidor com Active Directory (AD)

Outro equipamento para o ADFS.

Para começar sera necessário abrir o “Server Manager” e nele selecionar a opção “Add roles and features”

Clique em “Next”

Selecione a opção “Role-based or feature-based installation” e “Next”

Selecione o servidor a ser instalado e “Next”

Selecione a Role “Active Directory Federation Services” e clique em “Next”.

Na descrição abaixo ele mostra um “Overview” do “ADFS”, após a leitura “Next”

Último passo antes da instalação, pode selecionar a opção de “Restart” e “Install”

Irá iniciar a instalação do ADFS.

Após o termino da instalação você pode selecionar a opção “Configure the federation service on this server” para iniciar a configuração do ADFS, ou manter a opção “Close”.

Bom pessoal espero que tenham gostado, e até o próximo post.

Jefferson Castilho

MS_2013(rgb)_1579 MCP_2013(rgb)_1519 MCITP_2013(rgb)_1442

Dicas da Prova 74-409 – Server Virtualization with Windows Server Hyper-V and System Center

Bom pessoal hoje vou escrever algumas dicas a respeito do exame 74-409 “Server Virtualization with Windows Server Hyper-V and System Center” que realizei e passei.

É um prova bem difícil e complexa, ela aborda muito System Center com Integração do Hyper-V no Windows Server 2012 R2, Cluster, bom abaixo segue alguns materiais que eu usei de estudo que me ajudaram na prova.

Overview da Prova

Link

MVA – Curso muito bom e importante para pretende prestar a prova.

Link

MVA de Hyper-V Alta disponibilidade do Vinicius Martins.

Link

Mais algumas ferramentas que são bem necessárias de estar estudando que caem como Pré-Requisito.

System Center 2012 R2 Virtual Machine Manager (VMM)

System Center 2012 R2 Operations Manager

Windows Server 2012 R2

System Center 2012 R2 Data Protection Manager (DPM)

Performance and Resource Optimization (PRO)

System Center Global Service Monitor

NIC teaming

Resource Metering

Temos também muito Cluster de Hyper-V 2012 R2 com as ferramentas de Monitoração e Administração do System Center.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Removendo a função de Active Directory e Despromovendo o Domain Controller

Neste tutorial iremos demonstrar como remover a função do Active Directory Domain Services com ele já instalado e publicado como Domain Controller.

Com o servidor ativo você terá que ir em “Gerenciador de Servidor”

Selecione a opção “Adicionar funções e recursos”.

Com o “Assistente de Adição de Funções e Recursos” aberto, selecione a opção “Inicie o Assistente de Remoção de Funções e Recursos”.

 

Em “Assistente de Remoção de Funções e Recursos” selecione a opção “Próximo”.

 

Neste passo irá mostrar qual servidor você poderá desinstalar as funções, Selecione o Servidor e Clique “Próximo”.

Com a opção do Serviço de Domínio Active Directory selecionado, desmarque a opção aparecerá uma janela informando se deseja “Remover Recursos” clique nela.

Opção irá demorar um pouco para realizar porem se estiver realizando a primeira vez ele acusará um erro informando que é necessário “Rebaixar este controlador de Domínio”.

Logo após abrirá o “Assistente de Configuração do Serviço de Domínio Active Directory” no qual ele mostra o usuário que irá realizar despromover o Domain Controller.

Vale ressaltar que a função só será desinstalada por completa quando o Domain Controller for despromovido. Selecione a opção “Forçar a remoção deste controlador de domínio” e selecione a opção “Próximo”

Selecione “Continuar remoção” e “Próximo”.

 

Informe a senha de “Administrador”

Clique em “Rebaixamento”

Após o termino do procedimento o mesmo irá reiniciar o servidor automaticamente. Note que quando o servidor terminar de reiniciar ele irá subir sem a opção de user local do Servidor.

Efetue o logon no servidor e selecione a opção “Gerenciador de Servidor / Adicionar funções e recursos”

Selecione a opção “Adicionar funções e recursos”.

Com o “Assistente de Adição de Funções e Recursos” aberto, selecione a opção “Inicie o Assistente de Remoção de Funções e Recursos”

Em “Assistente de Remoção de Funções e Recursos” selecione a opção “Próximo”

Neste passo irá mostrar qual servidor você poderá desinstalar as funções, Selecione o Servidor e Clique “Próximo”.

 

Com a opção do Serviço de Domínio Active Directory selecionado, desmarque a opção aparecerá uma janela informando se deseja “Remover Recursos” clique nela.

A opção será desmarcada e clique em Próximo

Próximo

Selecione a opção para reiniciar o Servidor e Próximo.

Irá iniciar o processo de desinstalação da Features.

Após o termino clique em Fechar, ele irá reiniciar o Servidor e o Domain Controller e a Função de Active Directory também.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

PowerShell ISE

windows-essentials-2012-18-700x393

Neste Artigo iremos aprender os passos necessários para uso do PowerShell ISE.

Ferramenta muito importante na elaboração de Script que vem disponibilizada no Windows 8 e Windows Server 2012.

Para acessar o PowerShell ISE terá que acessar o diretório C:Windows\System32\WindowsPowerShell\v1.0\powershell_ise.exe

Após isso será executado o PowerShell ISE conforme mostra a figura abaixo.

PowerShell - Inicio

Podemos utilizar de varias formas o PowerShell.

  1. No menu você pode criar varias linhas de script, podendo selecionar uma linha e executar com a Tecla “F5”, podendo ser salvo com a extensão  “.ps1”
  2. Tem a forma padrão do PowerShell que você pode executar o comando diretamente quando não é necessária a criação de Script.
  3. E por ultimo temos uma listagem com todos os comandos padrões que estão liberados para funcionamentos do PowerShell, lembrando que temos o menu de Busca pelo comando, por modulo e traz o que significa o comando.

Figura abaixo mostra as três opções citadas acima.

 

PowerShell - Fim

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Configurando o 802.1X Authenticated Wired Access no Windows Server 2012

Neste Artigo iremos aprender os passos necessários para implementação da Feature 802.1X Authenticated Wired Access.

A Feature 802.1X Authenticated Wired Access é voltada para implementação de segurança de redes para ambientes com e sem fio e( Trabalhando juntamente com equipamentos de Rede Wireless e Switches dos Maiores Fabricantes, por exemplo empresas como Cisco, 3COM, e outros mais).

Podendo ser usados nos padrões abaixo.

IEEE 802.1X – Padrão Baseado em portas de controle de acesso a rede que é usado para fornecer autenticação para redes sem fio.

IEEE 802.1X-Capable Wired Ethernet Switches – Para implementação do acesso com Redes com Fio, é necessário ter um Switch compatível com o 802.1X, e ter o modulo de RADIUS (Remote Authentication Dial-In User Service)

IEEE 802.3 Ethernet – Trabalha com as Camadas Layer-1 e 2, Geralmente implementado em ambientes de Rede (LAN) e em algumas aplicações de Rede (WAN).

Network Policy Server – Também conhecido como o (NPS), permite a configuração e gerenciamento de políticas de rede, ele utiliza três componentes, Servidor RADIUS, RADIUS PROXY, e o NPS (Network Access Protection) que é o servidor de Políticas.

Server Certificates – Utilizado para geração de Certificados Digitais para acessos externos. O mesmo pode ser utilizado pela própria ferramenta AD CS (Active Directory Certificate Services), mais aceita certificados digitais de outras empresas. (Por Exemplo VeriSign).

EAP – (Extensible Authentication Protocol) permitindo os métodos de autenticação adicionais que utilizam as credencias e troca de informações. Com autenticação EAP tanto o servidor e o cliente devem suportar o mesmo tipo de autenticação.

Para instalação e configuração da Feature 802.1X Authenticated Wired Access são necessário alguns pré Requisitos que serão mostrados em post Futuros só serão mencionados. Lembrando que é de extrema importância essa ordem abaixo.

AD DS (Active Directory Domain Services)

Network Policy Server,

AD CS (Active Directory Certificate Services)

Vamos lá.

Com o Network Policy Server instalado, para acessa-lo vá em “Server Manager”, NAP, no Servidor clique e selecione a opção “Network Policy Server”.

1

Na aba “Network Policy Server” Clique em “Configure NAP”

2 - Configure NAP

Nas configurações do NAP, Você terá algumas informações que já estão descritas no inicio do Post. Iremos selecionar a opção IEEE 802.1X (WIRED).

Por defalt é bom deixar o nome da “Policy Name” com o Padrão já utilizado. No exemplo “NAP 802.1X (Wired) e clique em “NEXT”.

3 - Selecionando NAP

Na próxima configure o Switch que irá receber o tipo de autenticação, Clique em “ADD”

7 - ADD

Realize as configurações de Nome do Switch / IP / e Clique em “Verify”, feito isso clique em “OK”

4 - Verify

Feito isso ele será adicionado à lista dos “RADIUS Clients” e Clique em “next”

OBS: Pode ser adicionados quantos Switches você quiser. Porem os mesmos preciso ter compatibilidade com o Protocolo.

5 - Switch Configurado

Efetuei a configuração dos Grupos e usuários que irão receber a Policy. E clique em “Next”.

6 - Configuração de Grupo

Após isso será validado o servidor de Certificado Digital e clique em “Next”

8 - Servidor

Os itens abaixo terá que ser configurado conforme sua rede. Selecionando toda parte do Trafego a existir nas Regras. Feito Clicar em “Next”.

9 - Traffic

Mantenha as opções selecionadas. Por Default ele vem como “Deny”,

Mantenha a opção como “Deny” e Clique em “Next”

10 - Allow

Pronto está configurado com as opções necessária para seu Funcionamento. Clique em Finish

11- Finishi

Ele voltará para a tela inicial configuração. 

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Configurando GPO para WSUS 3.0 no Windows Server 2012

windows-essentials-2012-18-700x393 Configurando GPO para WSUS 3.0 no Windows Server 2012

Neste artigo iremos aprender como Criar uma GPO para WSUS 3.0 no Windows Server 2012.

Em seu servidor de Active Directory terá que ir até ‘Group Policy Management”

1

Em “Group Policy Management” Expanda o seu domínio até “Group Policy Objects”,

2

EmGroup Policy ObjectsClique com direito e selecione a opção “NEW”

Irá abrir uma caixa de diálogo no campo “Name” digite o nome da GPO, no exemplo chamará “WSUS” feito isso clique em “OK”

3

Em “Group Policy Management” terá criado a GPO “WSUS”, clique com direito na GPO e clique em “Edit” .

4

No “Group Policy Management Editor”, em “Computer Configuration” expanda a aba Police / Administrative Templates Policy / Windows Components / Windows Update.

5

Na tela abaixo você verá todas as opções possíveis para configuração de seus computadores da Rede e suas funcionalidades, irei mostrar as mais importantes para o Funcionamento do WSUS.

6

Iremos começar pelo “Do not display Install Updates and Shut down” Selecione a opção “Not Configured” e “Next Setting “

7

Em “Do not adjust default option to ‘Install Updates and Shut Down’ in Shut Down Windows Dialog box” Selecione a opção “Not Configured e “Next Setting”

8

Em “Enabling Windows Update Power Management to automatically Wake up the system to install scheduled updates” Selecione a opção “Not Configured” e “Next Setting”

9

Na Aba “Configure Automatic Updating” selecione a opção “Enabled”

Em “Options” na aba “Configure Automatic Updating” você tem quais opções deseja que ele realizei os updates e instalação com Notificação iremos manter a “Opção 2 – Notify for Download and notify for Install”

Em “Sheduled install day” selecione “0- Every day” e no “Scheduled install time” selecione a hora que você que os updates sejam instalados no nosso caso será as “03:00” Realizado isso Clique em “Next Setting”

10

Na Aba “Specify intranet Microsoft update servisse location” selecione a opção “Enabled” 

Em “Options” na aba “Set the intranet update services for detecting update” e “Set the intranet statistics server” mantenha o nome do seu servidor WSUS no caso ficará “http://srv-wsus01” 

e clique em “Next Setting”.

11

Na opção de “Automatic Updates Detection Frequency” selecione a opção “Enabled” e Configure o intervalo de Horas. Feito isso clique em “Next Setting”

12

Em “Allow non-administrators to receive updates notifications” selecione a opção “Enabled” e Clique em “Next Setting”.

13

Em “Turn on Software Notification” selecione a opção “Enabled” e Clique em “Next Setting”.

14

Em “Allow Automatic Updates immediate installation” selecione a opção “Not Configured” e Clique em “Next Setting”.

15

Em “Turn on recommended updates via Automatic Updates” selecione a opção “Enabled” e Clique em “Next Setting”.

16

Em “No auto-restart with logged on users for scheduled Automatic Updates installations” selecione a opção “Not Configured” e Clique em “Next Setting”.

17

Em “Re-prompt for restart with scheduled installations” selecione a opção “Not Configured” e Clique em “Next Setting”.

18

Em “Delay Restart for scheduled installations” selecione a opção “Enabled” em “Options” defina o intervalo de horário que por padrão é de “5minutos” e Clique em “Next Setting”.

19

Em “Reschedule Automatic Updates sheduled installations” selecione a opção “Not Configured” e Clique em “Next Setting

20

Em “Enable client-side targeting” selecione a opção “Enabled” em “Options” defina o Grupo “Servidores” e Clique em “Next Setting”.

21

Em “Allow signed updates from na intranet Microsoft updates service location” selecione a opção “Not Configured” e Clique em “Ok”

22

Em Group Police Management Editor ficará como a imagem abaixo. Sendo assim pode fechar essa janela abaixo.

23

Na tela Group Policy Management conceda a permissão de “Domain Computers”

24

Agora iremos inserir a GPO na “OU” que tenho meus servidores para funcionamento do WSUS.

Selecione a “OU” desejada e clique com o Direito e selecione a opção “Link na Existing GPO”

25

Seleciono a GPO Chamada “WSUS” e clico em “OK”

26

Após esse ´procedimento a GPO está aplicada na OU, você tem a opção e “Enforced” que força a aplicação da GPO nos equipamentos. Realizando esse procedimento a GPO ficará igual a imagem.

27

Realizados esses procedimentos acima você poderá na máquina cliente executar alguns comandos.

  1.  “gpupdate /force” – Para força a GPO no CLient
  2.  “gpresult –r” te mostra se a GPO foi aplicada.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Executando o Sysprep no Windows Server 2012

windows-essentials-2012-18-700x393

Ola Pessoal,

Há dias atrás precisei criar alguns Labs do Windows Server 2012, Realizei o procedimento abaixo pois necessitava de mais 2 máquinas virtuais, e para não ter o trabalho de instalar mais 2 máquinas,  realizei o Sysprep e fiz a replicação dos 2 máquinas virtuais.

Segue um procedimento de como executar o Sysprep no Windows Server 2012 . Sysprep no Windows Server 2012

1.1   No servidor acesse o caminho “C:WindowsSystem32Sysprep” e selecione o arquivo chamado “Sysprep.exe”.

1 1.2 Você irá clicar em “System Cleanup Action” mantenha a opção “Enter System Out-of-Box Experience (OOBE)”, marque a opção “Generalize”.

Em “Shutdown Options” você terá 3 opções “Reboot” ,“Shutdown” ou “Quit” selecione uma das opções que você precise e clique em “OK”.

 

2

1.3   Após aparecerá a imagem com as informações “Processing Cleanup phase Sysprep Plugins”.

3

1.4 Finalizando a tarefa acima o Sysprep irá realizar o procedimento na qual você executou  na tarefa 1.2.

Bom é isso pessoal, Até o próximo Post.

Jefferson Castilho