Instalando o SQL Server 2016 para o DPM 2016

Instalando o SQL Server 2016 para o DPM 2016

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Instalando o SQL Server 2016 para o DPM 2016.

Neste vídeo mostro como podemos instalar o SQL Server 2016 (OnPremisses) para o uso do System Center Data Protection Manager 2016.

Com o DPM 2016 podemos efetuar Backup de toda a sua infraestrutura Microsoft como Banco de Dados SQL, Exchange Server, e outros recursos inclusive Linux.

Podendo realizar backup de seus recursos locais para o Azure.

Premissas para instalação do SQL 2016

  • Database Engine Services
  • Reporting Services – Native
  • SQL Management Tools (Esse ultimo opcional).

No vídeo abaixo iremos aprender como podemos instalar o SQL Server 2016.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Backup de Virtual Machine no Azure na criação da VM

Backup de Virtual Machine no Azure na criação da VM

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, News Backup de Virtual Machine no Azure na criação da VM.

Pessoal trago uma ótima notícia que já foi disponilizado o processo de automatização do Backup na criação da Virtual Machine que antes não era possível.

Já sendo possível criar um novo cofre de Backup, ou incluir o mesmo em uma regra ou cofre existente. Abaixo vou mostrar como podemos ajustar essa regra.

Já logado no Portal do Azure.

  1. Selecione a opção “New”
  2. Selecione a Virtual Machine que deseja criar, no meu caso foi a “Windows Server, Version 1709.”
  3. Selecione o método de deployment “Resource Manager”.
  4. Create

Na opção chamada “Basic” é aonde podemos dar o Start das opção da criação da Virtual Machine. Selecione a opçao “OK”.

Na opção “Size” é aonde iremos mapear o plano que queremos para a Virtual Machine, selecione o plano e clique em “Select”.

Na opção “Settings” é aonde configuramos este recurso. Para isso teremos que selecionar a opção “Backup” e “Enable” para habilitar o recurso.

Para este recurso podemos usar um existente ou um novo cofre no exemplo abaixo iremos criar um novo.

  1.  Criar um novo “Recovery Services Vault” chamado “BackupVM”
  2. Criar um novo Resource Group chamado “BackupVM”.
  3. Criar uma nova politica camada “PoliticaBackupVM” e manter a opção de um backup de 30 dias.
  4. Selecione a opção “OK” da Backup Policy.
  5. Opção “OK” da opção “Settings”.

No “Summary” temos a opção listada para criação.

Como podemos ver o Cofre de Backup já foi criado e inserida a Virtual Machine dentro da Politica criada pelo Azure.

Com isso podemos aprender como podemos criar o Backup automatizado de uma Virtual Machine no processo de criação dela.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Convertendo VHDX para VHD (PowerShell)

Convertendo VHDX para VHD (PowerShell)

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Convertendo VHDX para VHD (PowerShell).

Trabalhando com Azure, precisei fazer um export de uma máquina para um laboratório de DEVTest Labs de um Hyper-V para o Azure.

Eu tive que realizar um export desse VHDX para o Azure. Aí o problema é que eu tive que o Azure suporta VHD.

Com isso vou mostrar como podemos converter esse VHDX para o VHD com um simples comando em PowerShell.

Vamos para isso abrir o PowerShell ISE para isso selecione a opção Start / Windows PowerShell ISE.

Neste cenário tenho um comando com a tenho um VHDX chamado Azure.vhdx que eu quero converter ele para VHD com o nome chamado “ws2016.vdh”.

No Windows PowerShell ISE podemos copiar o comando abaixo.

“convert-VHD -Path D:\VM\TESTE\Azure.vhdx -DestinationPath D:\VM\ws2016.vhd”

Sintax  – “Convert-VHD” – Comando de chamada para a conversão do VHD.

-Path – Caminho que o VHDX está alocado.

– DestinationPath – Local que o VHD será salvo após ser convertido.

O Processo de execução da Conversão do VHDX para VHD. Após o termino teremos na Pasta D:\VM teremos um VHD chamado “ws2016.vhd”.

Bom pessoal neste artigo aprendemos como podemos converter um VHDX para VHD com o PowerShell.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

 

Habilitando o Always On em uma WebApp

Habilitando o Always On em uma WebApp

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Habilitando o Always On em uma WebApp.

Por default quando criamos um WebApp ele vem com a opção desmarcada, com isso a WebApp fica com a opção em “Idle”.

O “Idle” das webapp serve para que quando a aplicação não está em uso por um determinado tempo ela pode ficar ociosa até a próxima chamada da Aplicação.

O Always On é o recurso que mantem a webapp sempre ativa muito recomendado para aplicativo como “WebJobs” que necessita que a WebApp sempre esteja ativa.

Para essa funcionalidade não são todos os planos que atendem esse recurso, só estão disponíveis nas camadas “Standard e Premium”.

Para habilitarmos o recurso dentro do portal do Azure.

  1.  – Selecionar a opção “App Services”
  2.  – Selecionar a “WebApp” que voce deseja habilitar o AlwaysOn.
  3.  Na WebApp selecione a opção “Application Settings”.

Em “Application Settings” selecionamos a opção “On” após clique em “Save”.

Com isso aprendemos como habilitar o Always On dentro do Microsoft Azure.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

 

Como criar um Laboratório do DevTest Labs

Como criar um Laboratório do DevTest Labs

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Como criar um Laboratório do DevTest Labs.

Neste artigo mostro como podemos criar um laboratório inicial do devtest labs dentro do Microsoft Azure.

No artigo anterior, publiquei como podemos usar para fomentar o uso de Azure na sua empresa.

Link de Acesso do artigo

No vídeo abaixo mostro o passo a passo de como criar o laboratório do DevTest Labs.

Ficou interessado de como podemos usar ele dentro do Microsoft Azure,  não perca os próximos videos do meu canal do Youtube.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Entendendo o DevTest Labs no Microsoft Azure

Entendendo o DevTest Labs no Microsoft Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Entendendo o DevTest Labs no Microsoft Azure.

O DevTest Labs é uma solução inserida no Azure, para te ajudar a compreender que você pode ter um ambiente de desenvolvimento de uma forma simples e rápida dentro da Nuvem.

Com ele podemos hospedar seu ambiente de Desenvolvimento e de teste que ocupa espaço dento de seus Servidores On-Premisses com algumas facilidade abaixo.

  • Oferta de Servidores Virtuais, sendo com uma imagem do Azure, ou sendo uma imagem de seu servidor local.
  • Criação de Custom Images disponíveis no Portal.
  • Redução de custo com o processo de Start e Stop de Virtual Machine sem uso.
  • Facilidade dos desenvolvedores na criação de Virtual Machine liberando acesso no Portal ao Recurso do Devtest.
  • Com licenciamento EA e MSDN não pagamos licenciamento Windows.
  • Criação de Policy para definição de Size de Virtual Machine
  • Policy de Limitação de criação de Virtual Machine por Laboratorio ou por Usuário.
  • Integração da sua Virtual Network (Rede) de seu laboratório com suas Virtual Machines do Azure, e seu ambiente On-Premisses pelo Recurso de VPN S2S (Site to Site).

E uma das vantagens do DevTest Labs é que na parte de Licenciamento Microsoft temos algumas ofertas e beneficios com contratos EA (Enterprise Agreement) e licenciamento MSDN.

EA (Enterprise Agreement).

Com ele podemos criar uma Subscripttion só para acesso ao DevTest Labs disponível no portal do EA, no qual com ele não pagamos licenciamento das Versões Windows.

No caso de uma criação de uma Virtual Machine você só irá pagar pelo poder computacional da Virtual Machine.

MSDN (Microsoft Developer Network)

Esse tipo de licenciamento é para quem trabalha com desenvolvimento, na plataforma Visual Studio.

Possibilitando a ter o mesmo beneficio do EA e não pagar licenciamento de Windows, só o poder computacional de sua Virtual Machine.

Quer saber mais sobre o DevTest Labs acesso o site no link abaixo.

LINK

Nos próximos artigo trarei tutoriais sobre o DevTest Labs.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

 

Error: Private key file Kubernetes Microsoft Azure

Error: Private key file Kubernetes Microsoft Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Error: Private key file Kubernetes Microsoft Azure.

Esse erro acontece “Error: private key file” devido quando temos um Cluster de Kubernetes provisionados em Linux.

Na criação deste Cluster dentro do Azure, ele provisiona na maquina local uma pasta chamada “.ssh” com um arquivo chamado “id_rsa”.

Esse arquivo quando vamos fazer a comunicação ou credenciamento de acesso do Cluster do Kubernetes ele verifica esse arquivo chamado “id_rsa”.

Caso voce não tenha esse arquivo que é criado dentro de seu Cluster ele irá retornar essqa mensagem abaixo.

Na imagem acima, eu tenho realizar uma credenciamento dentro do meu Cluster existente de Kubernetes,

E no caso como não tenho a chave “id_rsa” ele não consegue se conectar no Cluster gerando o error: private key file.

Com isso aconselho que na criação do CLuster de Kubernetes dentro do Azure faça um Backup desta pasta chamada”.ssh” que está localizada em “C:\Users\user de logon\.ssh\ .

Vide imagem abaixo que eu tenho dois arquivos um deles contem o hash de autenticação do Cluster do Kubernetes.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Palestra no Meetup NetSP sobre Containers no Windows Server 2016

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Palestra no Meetup NetSP sobre Containers no Windows Server 2016.

Pessoal fui convidado pela Organização do Meetup chamado .Net SP para realizar uma palestra sobre o conteúdo Containers no Windows Server 2016.

Quer ficar fera  em containers? ainda teremos mais duas palestras sobre Containers e Docker que estão na Programação abaixo.

Este 13o. meetup do .NET SP será realizado na Vila Maker (Rua Onze de Fevereiro, 56 – Sala 5 – próximo do metrô Jabaquara), tendo como programação as seguintes apresentações:

19:00 às 19:40 – Conhecendo alguns dos comandos básicos do Docker – Thiago Adriano

19:40 às 20:20 – Containers no Windows Server 2016 – Jefferson Castilho (Microsoft MVP)

20:20 às 21:00 – Descomplicando a montagem de ambientes de Desenvolvimento/Testes com Docker – Renato Groffe (Microsoft MVP, MTAC).

Sabe o que é mais legal ainda temos vagas para você que não se inscreveu, neste link aqui “Clique Aqui” você consegue se inscrever.

Você não pode perder este evento.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu

Conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu.

Para quem não sabe a Microsoft Lançou na semana passada uma ferramenta de Gerenciamento de Servidores Windows chamada Honolulu.

Essa ferramenta consiste no gerenciamento unificado de Servidores para a substituição do recurso do Windows chamado “MMC” (Microsoft Management Console) que era comum e instalado nas versões de Windows Server.

Com ela podemos ter praticamente todas as Features centralizadas em uma console Web de uma forma bem intuitiva.

Com ela podemos gerenciar 3 Recursos que são muito utilizados dentro do mundo Microsoft.

  • Server Manager
  • Failover Cluster Manager
  • Hyper-V Converged Cluster Manager

Nesta imagem temos o comparativo das Soluções “Hyper-V Converged Solutions” que mostra aonde o Projeto Honolulu se encaixa.

Neste vídeo podemos conhecer um pouco da ferramenta do Honolulu.

Abaixo segue algumas imagens da Interface do Honolulu.

 

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL