Conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu

Conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, conhecendo a ferramenta do Windows Server Honolulu.

Para quem não sabe a Microsoft Lançou na semana passada uma ferramenta de Gerenciamento de Servidores Windows chamada Honolulu.

Essa ferramenta consiste no gerenciamento unificado de Servidores para a substituição do recurso do Windows chamado “MMC” (Microsoft Management Console) que era comum e instalado nas versões de Windows Server.

Com ela podemos ter praticamente todas as Features centralizadas em uma console Web de uma forma bem intuitiva.

Com ela podemos gerenciar 3 Recursos que são muito utilizados dentro do mundo Microsoft.

  • Server Manager
  • Failover Cluster Manager
  • Hyper-V Converged Cluster Manager

Nesta imagem temos o comparativo das Soluções “Hyper-V Converged Solutions” que mostra aonde o Projeto Honolulu se encaixa.

Neste vídeo podemos conhecer um pouco da ferramenta do Honolulu.

Abaixo segue algumas imagens da Interface do Honolulu.

 

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Adicionando usuário Co Administrator portal novo do Azure

Adicionando usuário Co Administrator portal novo do Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Adicionando Usuário Co Administrator Portal novo do Azure.

A permissão de Co Administrator é dada a nível de Subscription para administração de todos os Recursos que você tem dentro dessa Subscription. Tendo em vista que qualquer recurso criado ou já existente dentro dessa Subscription este usuário terá acesso nele com as permissões de remover / criar e editar recurso.

Neste vídeo mostro como podemos habilitar a permissão de Co Administrator dentro do Portal novo do Microsoft Azure.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Agent Linux Red Hat “Warning” Recovery Services

Agent Linux Red Hat “Warning” Recovery Services

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Agent Linux Red Hat “Warning” Recovery Services.

Em um projeto trabalhando com a correções de Rotina de Backup de Virtual Machines com o Recovery Services Vault.

Encontrei uns problemas em VM´s Linux que estava com o “Status” Warning” e apresentando uma mensagem de “Update to agente to The Latest Version”.


Isto ocorre que quando criamos um Virtual Machine Linux no Azure, ela instala um agente que faz o trabalho sujo dentro da VM, mais neste caso o Azure quando atualiza esse Agente as VM´s Linux não fazem automaticamente como as Windows.

Dentro do Azure backup ele aparece desta forma.


Aí é que eu mostro como podemos atualizar no artigo abaixo.

Para isso necessitamos efetuar logon no Linux com o Modo Root “#”.

Comando para validar qual versão está instalada.

“sudo yum list WALinuxAgent”


Comando para validar se existe algum patch de atualização.

sudo yum check-update WALinuxAgent”


Comando para instalar a versão mais nova do Agent.

sudo yum install WALinuxAgent”


Selecione a opção “Y”, e o procedimento de instalação será realizado.

Comando é para caso quando saia algum update deste agente ele atualize automaticamente

sudo sed -i ‘s/AutoUpdate.Enabled=n/AutoUpdate.Enabled=y/g’ /etc/waagent.conf”


Comando abaixo executa o Restart do serviço.

sudo service waagent Restart”

Caso tenha executado esse comando e tenha obtido um “Warning” no Restart execute o comando abaixo.

“systemctl daemon-reload”


Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL


Palestra sobre Kubernetes no Microsoft Azure

Palestra sobre Kubernetes no Microsoft Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Palestra sobre Kubernetes no Microsoft Azure.

No ultimo dia 01/08 tive o prazer de palestrar nno Azure Tech Nights V2, este evento existe desde do ano passado com foco de palestras em Azure.

Neste evento falei sobre Kubernetes no Azure que é uma solução para Orquestração de Containers Services dentro do Azure.

Abaixo segue a Grade do dia do evento.

No meu canal do Youtube editei a palestra do Canal do DotNet

Assista as Palestras do dia que tiveram neste link abaixo.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Review da Prova Azure Infraestrutura 70-533

Review da Prova Azure Infraestrutura 70-533

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Review da Prova Azure Infraestrutura 70-533

Para quem não sabe passei na Prova do Azure 70-533 – Implementing Microsoft Azure Infrastructure Solutions.

E como há muito pouco material na internet, achei interessante fazer o Review.

Minha rotina de estudos foi de 3 horas por dia, durante 3 semanas. Mais especificamente a noite!

Nesta prova caíram muitos recursos dentre eles estão abaixo.

  • SQL AZURE
  • Virtual Machines
  • VPN SITE TO SITE
  • EXPRESS ROUTE
  • Deployment Slots
  • Script JSON
  • Backup Geo Redundant /Local Redundant / SQL AZURE
  • Availability Set
  • AD Sync / Active Directory / Azure AD
  • Virtual Network

E segue mais alguns materiais que usei para o Estudo da Prova

O Livro Exam Ref 70-533 Implementing Microsoft Azure Infrastructure Solutions, 2nd Edition.

Link do E-Book

O Skill da prova, este recurso ajuda bastante a ter uma orientação e sempre atualizado.

Link Skill Prova

E o Curso do PluralSign este me ajudou a entender algumas funcionalidades do Azure.

O Curso é em Inglês

Link do Curso

A minha prova consistiu em 39 questões, no qual a fiz ela em Inglês por que eu acho que tenho um melhor entendimento dos termos técnicos

Lembrando que a Prova tem português para quem tem dificuldades com a Língua.

Neste vídeo mostro mais algumas informações sobre a prova.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Habilitando o Azure CLI no Painel do Azure

Habilitando o Azure CLI no Painel do Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Habilitando o Azure CLI no Painel do Azure.

Para quem não conhece, a Microsoft a um tempo atrás liberou em seu painel.

O Azure CLI é um modulo quem contém diversos comandos que você pode usar no seu dia-dia sem precisar instalar cliente da sua máquina.

Neste vídeo abaixo mostro como podemos habilitar isso no Painel no Azure.

Com esse vídeo acima aprendemos como habilitar o Azure CLI dentro do Azure.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Criando uma Assinatura do SendGrid Microsoft Azure

Criando uma Assinatura do SendGrid no Microsoft Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Como criar uma Assinatura do SendGrid no Microsoft Azure.

Para quem não sabe o SendGrid é um recurso de e-mails muito utilizado em aplicações que precisam ter o recurso de encaminhar e-mails.

Com ele podemos compartilha nossos conteúdos por e-mail de seu blog, aplicação, e outro serviços que necessitam de e-mails.

Com uma informação importante no Azure (Você pode criar uma conta “Free” que te dá suporte de 25.000 e-mails mensais).

Sendo renovados a partir do dia que foi feita a criação do Recurso.

Importante validar com esse recurso voce pode fazer upgrade do Plano a qualquer momento sem gerar indisponibilidade.

O Plano está na Modalidade SAAS (Software as a Services) com isso a Microsoft te garante a disponibilidade com o SLA.

Neste vídeo vou mostra como poddemos criar essa assinatura e como podemos habilitar nos modos de API / SMTP.

Com esse vídeo acima aprendemos a como alterar a porta padrão linux dentro do Azure.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Alterando a porta SSH de uma VM Linux no Azure

Alterando a porta SSH de uma VM Linux no Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Alterando a porta SSH de uma VM Linux no Azure.

Por padrão quando efetuamos a criação de uma VM Linux dentro do Azure, ele associa automaticamente a porta 22 como default no arquivo de configuração do Serviço de SSH.

Para isso teremos que alterar essa porta no arquivo de configuração dentro da VM.

Após isso você terá que alterar o  Network Security Group (NSG) da VM com a mesma porta.

Como uma boa pratica de segurança, não é recomendado ter a porta SSH como a padrão 22 exposta como default.

O Recomendado é que você possa utilizar uma porta não padrão como geralmente os administradores de Servidores Linux utilizam outras portas.

No vídeo mostro como podemos alterar isso no Azure com a explicação alterando dentro da VM Linux e como desbloquear no NSG.

Com esse vídeo acima aprendemos a como alterar a porta padrão linux dentro do Azure.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

 

Criando uma VM Ubuntu Server no Azure

Criando uma VM Ubuntu Server no Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é, Criando uma VM Ubuntu Server no Azure .

Em um projeto que trabalhei a pouco, tive a necessidade da utilização do Ubuntu Server para hospedar um sistema de RP em uma VM como IAAS dentro do Azure. E resolvi compartilhar como podemos criar uma VM.

Neste vídeo mostro como podemos criar uma VM com o Ubuntu Server dentro do Microsoft de uma forma fácil e rápida.

Ficou interessado assista o vídeo, e aprenda a como criar uma VM com o Ubuntu Server dentro do Microsoft.

Ficou interessado no evento que é realizado uma vez por ano acompanhe pelo site.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Diferença entre desligar e desalocar uma VM no Azure

Caro leitor, seja bem-vindo ao Blog Jefferson Castilho.

Fico muito grato com sua visita, o tema de hoje é. Diferença entre desligar e desalocar uma VM no Azure

O Processo de “Desalocar” a VM no Azure é muito importante que com ele você pode minimizar o custo das suas VM´s no final do mês, caso ela não precise ficar ligada por algum motivo.

Um dos grandes problemas que “Administradores” do Azure comentem, é que quando a máquina não vai ter mais nenhum uso acaba desligando a VM pelo Windows.

Ai é que mora o perigo!

Por que?

Por que quando você efetua o desligamento pelo Windows usando o “Iniciar” / “Desligar” e desliga a VM por esse modo, a VM é desligada porem para o Azure ela continua em uso na Blade, como se ela estivesse ligada e tendo custo computacional como se ela estivesse ligada.

Este processo ela vai gerar um alerta dentro do painel do Azure informando que a VM ainda está em uso e seu status no Azure fica como “Running ou Ligada”.

Como podemos efetuar este processo para não termos custos computacionais quando não usamos uma VM? Não perca o vídeo aonde você mostro o passo a passo de como não ter gastos com essa opção.

Ficou interessado no evento que é realizado uma vez por ano acompanhe pelo site.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL