Hyper-V – Conversão de Disco VHD para VHDX

VHD para VHDX

Hyper-V – Conversão de Disco VHD para VHDX

MTI_Jefferson_Castilho

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Conversão de Disco VHD para VHDX,“.

Em ação conjunta com o Grupo do “MTI – Mixed Technology Influencers” é um grupo idealizados por MVP´s / MTAC´s / Experts da comunidade que tem como ação trabalhar temas mensais, neste mês estamos trabalhando com o tema do “Virtualização”.

No video abaixo sobre VHD para VHDX

Para quem não sabe essa de Conversão de VHD para .VHDX, você irá ganhar bastantes benefícios que você terá com o Hyper-V.

Lembrando que este processo de conversão Conversão de VHD para .VHDX você não poderá retornar após o processo executado uma vez. Bom para isso tome muito cuidado neste processo.

Ficou interessado em olhar o material do MTI segue alguns links que já foram publicados.

Tema: Introdução à virtualização
Autor: Sergio Figueiredo
Link: http://bit.ly/introducao-virtualizacao-fb

Tema: Nested Virtualization – Virtualização dentro de virtualização
Autor: Rafael Bernardes
Link: http://bit.ly/nested-virtualization

Tema: O que é SaaS, IaaS e PaaS em Cloud Computing?
Autor: Leandro Vaz
Link: http://bit.ly/1TqlwcJ

Tema: Visão geral do VDI
Autor: Jackson Lima
Link: http://bit.ly/1WFDOKq

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Convertendo uma Máquina Física para Virtual para Hyper-V (P2V)

P2V

Convertendo uma Máquina Física para Virtual para Hyper-V (P2V)

MTI_Jefferson_Castilho

Convertendo uma Máquina Física para Virtual para Hyper-V (P2V)

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Convertendo uma Máquina Física para Virtual para Hyper-V (P2V)“.

Em ação conjunta com o Grupo do “MTI – Mixed Technology Influencers” é um grupo idealizados por MVP´s / MTAC´s / Experts da comunidade que tem como ação trabalhar temas mensais, neste mês estamos trabalhando com o tema do “Virtualização”.

O Processo acima é executado com a ferramenta chamada Disk2VHD, muito usada para conversão de máquinas físicas para virtuais.

Caso você tenha duvidas no artigo do blog eu explico a mesma opção do vídeo acima.

Neste artigo eu mostro como você converter uma máquina física para virtual usando o disk2vhd

http://jeffersoncastilho.com.br/blog/2015/02/15/clonar-maquina-fisica-para-virtual-disk2vhd/

Para conhecer mais sobre está ferramenta da Sysinternals. Clique no link abaixo.

P2V

Disk2VHD

https://technet.microsoft.com/en-us/sysinternals/ee656415.aspx

Ficou interessado em olhar o material do MTI segue alguns links que já foram publicados.

Virtualização – Conceitos e Porque Virtualizar – Mateus Wolff
http://bit.ly/conceitovirtualizacaoMTI
Instalação e configurações iniciais do Hyper-V Server 2012 R2 – Eduardo Popovici
http://bit.ly/1QT43Vu
Laboratórios virtualizados, dicas para economizar espaço – Rafael Bernardes
http://bit.ly/discos-diferenciais
Memória Virtual no Hyper-V – Nathan Pinotti
http://bit.ly/hypervmemory
Configurando a réplica no Hyper-V do WS2012 R2 – Eduardo Popovici
http://bit.ly/1VJLj2E
Mantenha o Hyper-V e o VMWare instalados no mesmo equipamento Host – Eduardo Popovici
http://bit.ly/1Uzkpth
Alguns comandos do PowerShell para o Hyper-V 3.0 (dica do MCT) – Eduardo Popovici
http://bit.ly/1ZcuL1p

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidades de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA |  MCSE | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://goo.gl/1g3OvL

Enable Secure Boot Windows Server 2012 R2

Enable Secure Boot

Segurança Virtualização

Enable Secure Boot Windows Server 2012 R2

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Enable Secure Boot Windows Server 2012 R2”.

Gostaria primeiramente de agradecer a todos os leitores do Blog que estiveram assistindo os meus videos, e lendo os meus tutoriais este ano. Saibam que ano que vem temos muito mais com as novidades sobre Hyper-V e outros produtos.

Neste vídeo mostro as novidades do recurso do Enable Secure Boot do Hyper-V, disponíveis nas versões Windows Server 2012 R2 e Hyper- Server 2012 R2.

Enable Secure Boot é sistema de segurança que traz mobilidade e segurança na configuração de inicialização de suas VM´s com suporte a boot de PXE que na geração 1 de VM´s era suportado por Adaptadores de Rede Legados.

Importante da configuração do Enable Secure Boot que você pode trabalhar com discos SCSI que é suportado até 64 discos alocados na VM.

Lembrando que o Enable Secure Boot só pode ser configurado na Geração 2 de Máquinas virtuais do Hyper-V Server ou Windows Server 2012R2. Por isso servidores migrados da Versão do Windows Server 2008 e R2, e Hyper-V Server 2008 e R2 não irão funcionar.

No vídeo abaixo mostro como configurar este recurso bastante interessante.

Você conhece as minhas redes sociais? E meu canal no Youtube? Caso não acesse nos links abaixo e se cadastre para não perder as oportunidade de receber os links quando forem publicados.

Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Twitter: https://twitter.com/je_will

Em caso de dúvidas ou problemas na execução, pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo post.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Perfil MVP: https://mvp.microsoft.com/pt-br/PublicProfile/5001733?fullName=Jefferson%20William%20Castilho

 

Adicionando um disco novo no Cluster no Windows Server 2012R2

images

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Adicionando um disco novo no Cluster no Windows Server 2012R2“.

Introdução

O Cluster do Windows é uma funcionalidade muito útil para quem tem um ambiente que não pode ter paradas durante o dia-dia.

Requisitos

  • Lun de comunição do ISCSI ou FiberChannel
  • Ou disco local no Servidor.

Procedimento

Neste procedimento iremos aprender como adicionar um disco no Cluster com a entrega de uma Lun de ISCSI.

No console de gerenciamento do Failover Cluster Manager em Storage / Disk selecione a opção “Add Disk”.

Selecione o disco em questão a ser adicionado ao Cluster clique em “OK”.

Após o disco ser adicionado a unidade de discos do Cluster, agora vamos inserir este disco como um membro do Cluster para ser um CSV (Cluster Shared Volume).

Para isso selecione a opção “Add to Cluster Shared Volume”.

Como podemos ver na opção “Assigned To” o disco “Cluster Disk 5” já aparece com a opção “Cluster Shared Volume”.

Para validarmos se o disco foi inserido no Cluster, podemos ir no servidor pertencente ao Cluster na pasta “C:ClusterStorage” lá você terá os volumes criados e adicionados ao serviço de alta disponibilidade.

Conclusão

Podemos aprender neste artigo como criar um disco em alta disponibilidade com a Feature do Failover Cluster.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Webcast Mundo TI Brasil – VIRTUALIZAÇÃO COM HYPER-V E SEUS CONCEITOS

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Webcast Mundo TI Brasil – VIRTUALIZAÇÃO COM HYPER-V E SEUS CONCEITOS”.

Nesta terça-feira dia 15/12/2015 tive o prazer de estar palestrando no Mundo TI Brasil com o tema de Virtualização com Hyper-V e seus Conceitos, onde eu explico os conceitos de discos, memoria, processadores, e apresento uma demo que explico cada tipo de discos e qual sua melhor funcionalidade para ambientes em produção e laboratórios.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

 

Hyper-V – Criando um Virtual Switch com o Windows Server 2016

Blog

 

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Criando um Virtual Switch com o Windows Server 2016”.

O Virtual Switch é um recurso utilizado dentro do Hyper-V para comunicação de suas máquinas virtuais com o Host Físico de Hyper-V, ou seja sem ele suas máquinas virtuais não se comunicam com a rede e entre elas.

Neste vídeo vou mostrar como criar um virtual switch no Windows Server 2016 com o Hyper-V instalado.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

 

 

Hyper-V – Instalando a Role do Hyper-V no Windows Server 2016 TP3

Windows Server 2016

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Instalando a Role do Hyper-V no Windows Server 2016 TP3 

Para que não sabe o Windows Server 2016 TP3 (Technical Preview) está em fase de aprimoramento pelo time de engenharia da Microsoft. Com tudo já temos a versão Preview que já está incluído muitas das novas soluções do novo produto.

Para fazer Download da versão do Windows Server 2016 clique no Link abaixo.

Link para Download

Conteúdo: Neste vídeo abordaremos como Instalar a Role do Hyper-V no Windows Server 2016 TP3.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: https://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Hyper-V – Restore de VM´s no Windows Server Backup (Restore)

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V – Restore de VM´s no Windows Server Backup (Restore)

Conteúdo: Neste vídeo vou mostrar como realizar o Recovery de uma Máquina Virtual dentro do Windows Backup.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos

Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2“.

Conteúdo: Neste artigo vou explicar e demonstrar como habilitar o recurso do Hyper-V Replica no Windows Server 2012 R2.

Introdução

O Hyper-V Replica é um recurso bastante interessante para quem tem uma infraestrutura de servidores que as vezes não contém um storage.

Lembrando que o mesmo só pode ser configurado entre dois hosts físicos de Hyper-V.

Cenário de testes do artigo

Cenário Inicial.

Cenário sem a configuração do Hyper-V Replica.


Cenário Proposto.

Cenário com o Hyper-V Replica habilitado e configurado.

Requisitos do Hyper-V Replica

Active Directory

Porta 80 /443 liberadas entre os hosts (Para trafego da Replica).

Role do Hyper-V Instalada.

Procedimento

Necessitamos habilitar a opção “Enable this computer as a Replica Server” em ambos os servidores nos passos abaixo.

  1. Em “Hyper-V Server Setting“.
  2. Clique na opção “Replication Configuration“.
  3. Marque a opção “Enable this computer as a Replica Server“.
  4. Marque a opção “Use Kerberos (HTTP).
  5. Selecione a opção “Allow replication from any authenticated server”.
  6. Clique em “OK“.

Após ter feito isso no Host01, faça o mesmo procedimento no Host02.

Caso deseje fazer a Replica entre sites, ou fora da empresa você pode usar a opção para uso de Certificado.

Agora já podemos iniciar o processo para habilitar a Replica, clique com o botão direito, selecione a opção “Enable Replication“.

Iniciará um wizard de configuração do Hyper-V Replica, clique em “Next“.

Nesta opção ” Specify Replica Server” iremos definir qual será o nosso servidor Replica, clique em “Browse“.

  1. Insira o hostname do servidor que iremos configurar a replica
  2. Clique na opção “Check Name” para validação do Dominio.
  3. Clique em “Ok“.

Após isso, clique na opção “Next“.

Em “Specify Connection Parameters

  1. Iremos manter a autenticação “Use Kerberos autentication (HTTP)”.
  2. Selecionar a opção “Compress the data that is transmitted over the network” (Opção que ajuda na compressão do pacote enviado diminuindo a utilização da Rede).
  3. Clique em “Next“.

Em “Choose Replication VHDs“, ele mostra o caminho e nome do VHD.

Clique em “Next“.

Em “Configure Replication Frequency“, opção que mostra qual a frequencia em que a Replicação ocorrerá entre os servidores, vamos manter “15 Minutos“, clique em “Next”.

Em “Configure Additional Recovery Points

  1. Selecione a opção “Create Additional hourly Recovery Points“. (Prefiro manter está opção selecionada para ter mais de um ponto de restauração, devido manter um ponto de restauração para caso haja falha no processo posso restaurar um anterior). Opção consome mais disco.
  2. Opção “Coverage provided by additional recovery points (in hours)” mantenha quanto tempo que você quer para ele criar um novo ponto de restauração.
  3. Em “Volume Shadowp Copy Service (VSS) snapshot frequency (in hours)” vou manter o padrão de 4 horas. O por que de habilitar está opção devido ter que realizar a replica de servidores de banco de dados, Exchange e outras aplicações para não ocorrer problemas com parada do serviço.
  4. Clique em “Next“.

Em “Choose Initial Replication Method

  1. Selecione a opção “Send initial copy over the network” que a copia será feita via rede, podemos realizar a opção para uma midia externa com a opção “Send initial copy using external copy“.
  2. Em “Schedule Initial Replication” podemos seleciona a opção “Start replication immediately“.
  3. Clique em “Next“.

Em “Sumary” teremos todas as configurações executadas no Wizard, após clique em “Finish“.

Iniciou o processo de “Enabling Replication“.

No processo de execução de replicação dos servidores que nem temos, vide imagem abaixo.

  1. Status do processo da replicação.
  2. Podemos ver no processo 2 que latencia da placa de rede aumenta quando inicio a replicação.
  3. E no processo “3” que o consumo de envio da placa está em “398 Mbps”.

O bom deste recurso do Hyper-V Replica é que podemos manter uma alta disponibilidade sem ter um Storage.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos


Hyper V – Backup agendado de VM´s com Windows Backup (Backup Schedule)

Olá pessoal sejam todos bem-vindos ao Blog Jefferson Castilho.

O Tema de hoje é “Hyper V – Backup agendado de VM´s com Windows Backup (Backup Schedule)

Conteúdo: Neste videos iremos demonstrar como realizar um Backup Agendado de uma VM dentro do Windows Backup.

Em caso de dúvidas ou problemas na execução pode deixar seu comentário que em breve responderemos.

Obrigado e até o próximo artigo.

Jefferson Castilho
Certificações: MPN | MCP | MCTS | MCTIP | MS | MCSA | MCT | MVP (Cloud and Datacenter Management)
Blog: http://jeffersoncastilho.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/blogjeffersoncastilho
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCGqCiZ6QDLEYJabVmgXFw6A/videos